presa,

4 11 2008

presencasssss

superprezinhamenor só pra não perder a brisa.

MuitooOO bão!

http://presa.blogger.com.br/





-*

4 11 2008

boas idéis pra bolar um stêncil =)

do Flickr :

lg3516devils-harvest-reefer-madness-posterthesmokeofhell/

1788648564_0e80c83e11





essepê:

4 11 2008

tô arrumando a casa, não se assuste.

preciso organizar isso tudo aqui. # na minha tarde navegante de blogs muito bons, que o meu seja no mínimo mais ‘apresentável’ né? é. achei tanta coisa boa que resolvi tirar o dia pra dar um up . -> vai vendo que eu me liguei em como faz pra colocar o llink na palavra – ho. minina esperta esta Ana Ju, diz ae.

momento sem noção essepêmundocão.::::

-> os ataques aos chineses em SP. :… Em três meses, mais de 50 casas assaltadas e em menos de um mês, quatro pessoas morreram durante os assaltos, fora as agressões.

boa reportagem do G1.

A polícia não fala muito sobre os suspeitos, apertada pela imprensa e em meio a uma greve e troca de tiros entre as polícias. Pelas descrições do assalto e a violência dos caras dá pra sentir que os ataques tem alguma motivação no mínimo preconceituosa. E o que diz o delegado (ô seô delgadoO!) como os chineses foram assassinados de maneiras diferentes: a tiro, espancamento e a pauladas (????) a quadrilha não é a mesma em todos os casos e por isso estão tão difíceis as investigações. (boa!).e já são três meses de assaltos. $$ .

e os china do centro vão baixar as portas dos bote.

Sandrão, Respeito Oriental – cabe né? japonês – chinês, tá tudo ali.






banza e os clichês que a gente vê. ou de você. (tantofaz)

4 11 2008

Bom dia terça – feira.

(coisas incríveis acontecem nos meus meses que antecedem o final do ano, e é sempre assim e no embalo da energia, logo mais arrumo as malas e deixo o pause apertado até o segundo round).

Entre coisas boas e preguiça de escrever, já que hoje foi um dia emo inside plus mega :

Um blog sensacional que debate o uso da maconha. Além de textos e curiosidades, tem vídeos, áudio, documentos e muita coisa interessante a respeito da hipocresia que ronda o banza … o layout do blog também é sem comentários-> se dizem que maconheiro não consegue passar da idéia, taí a prova: http://unzinho.com/blog/

-> o cara é muito criativo; salvo pela descrição (no about)… que entre outras coisas que ele diz que serão encontradas ali, ele cita o ‘mulher bonita’, mas esquece que nós,meninas,  também queremos ‘homens bonitos’, vários aliás, inteligentes, descompromissados (principalmente, já que a cota homem/mulher tá ficando cada dia mais rala – e os pesâmes não são só meus, ele se estende a boa parte dos meus amigos ‘beira-30’ ou pré- balzac, que estão soltos por aí) e que sejam também sem preconceitos, sinceros, carinhosos, cheirosos, bem vestidos e blá blá blá (hehehe) =) <-

Fuçando o blog do cara, eu encontrei um outro, http://filipetadamassa.blogspot.com/

Sobre o mesmo assunto, com váriosssssss arquivos interessantes, e foi de lá que eu encontrei este abaixo assinado virtual pelo veto ao projeto de cibercrimes… +*&¨%%$%

contralei – > o link está embaixo, já que eu não sei (e ninguém dos meus queridos amigos web sabedores quis até então me explicar) colocar o link na imagem. É bem simples pra participar, só colocar o nome completo, e-mail e cidade/estado.

http://www.petitiononline.com/veto2008/petition.html

Da carta pelo veto, em que assinam: André Lemos, Prof. Associado da Faculdade de Comunicação da UFBA, Pesquisador 1 do CNPq. Sérgio Amadeu da Silveira, Prof. do Mestrado da Faculdade Cásper Líbero, ativista do software livre (que é um assunto muito bacana e que precisa ser discutido por todos nós), e João Carlos Rebello Caribé, Publicitário e Consultor de Negócios em Midias Sociais, é explicado o que objetiva o tal projeto de lei do senador Azeredo.

(é meio que um ‘China e internet nas Olimpíadas’, lembra-se??? blergh!”””)

-> O fato, resumidamente pra você que não terá saco de ler o texto todo,

“Um projeto de Lei do Senado brasileiro quer bloquear as práticas criativas e atacar a Internet, enrijecendo todas as convenções do direito autoral. O Substitutivo do Senador Eduardo Azeredo quer bloquear o uso de redes P2P, quer liquidar com o avanço das redes de conexão abertas (Wi-Fi) e quer exigir que todos os provedores de acesso à Internet se tornem delatores de seus usuários, colocando cada um como provável criminoso. É o reino da suspeita, do medo e da quebra da neutralidade da rede. Caso o projeto Substitutivo do Senador Azeredo seja aprovado, milhares de internautas serão transformados, de um dia para outro, em criminosos. Dezenas de atividades criativas serão consideradas criminosas pelo artigo 285-B do projeto em questão. Esse projeto é uma séria ameaça à diversidade da rede, às possibilidades recombinantes, além de instaurar o medo e a vigilância.”

Diz o projeto de lei : é crime “obter ou transferir dado ou informação disponível em rede de computadores, dispositivo de comunicação ou sistema informatizado, sem autorização ou em desconformidade à autorização, do legítimo titular, quando exigida”, não podemos mais fazer nada na rede. O simples ato de acessar um site já seria um crime por “cópia sem pedir autorização” na memória “viva” (RAM) temporária do computador. Deveríamos considerar todos os browsers ilegais por criarem caches de páginas sem pedir autorização, e sem mesmo avisar aos mais comum dos usuários que eles estão copiando. Citar um trecho de uma matéria de um jornal ou outra publicação on-line em um blog, também seria crime. O projeto, se aprovado, colocaria a prática do “blogging” na ilegalidade, bem como as máquinas de busca, já que elas copiam trechos de sites e blogs sem pedir autorização de ninguém!”

o tal projeto de lei, pode ser acessado neste link: http://www.scribd.com/doc/3604559/Projetos-de-Lei-contra-cibercrimes-no-Brasil

Pela liberdade de expressão. Pelo fim da hipocresia. Pelo banza – discriminado e livre de rotulações imbecis e ralas. E também vai, só pra lembrar que eu to azeda, pelo fim das falas fúteis e inúteis. Pessoas suicidas e amores solúveis. (eu adoro um cafézinho solúvel! oho =&).

Pra ouvir, só tinha de ser: Raimundos -Deixa eu falar.

“a livre expressão é o que constrói uma nação
Independentemente da moeda e sua cotação”
Deixa eu falar, filha-da-puta!!!
Expressão!!

rockandrollmuthafucka.






esta paixão

31 10 2008

Porque o jornalismo é uma paixão insaciável que só se pode digerir e humanizar mediante a confrontação descarnada com a realidade. Quem não sofreu essa servidão que se alimenta dos imprevistos da vida, não pode imaginá-la. Quem não viveu a palpitação sobrenatural da notícia, o orgasmo do furo, a demolição moral do fracasso, não pode sequer conceber o que são. Ninguém que não tenha nascido para isso e esteja disposto a viver só para isso poderia persistir numa profissão tão incompreensível e voraz, cuja obra termina depois de cada notícia, como se fora para sempre, mas que não concede um instante de paz enquanto não torna a começar com mais ardor do que nunca no minuto seguinte.

grandioso, (GARCIA MARQUEZ, Gabriel. Por que ser jornalista? Boletim do NPC – Núcleo Piratininga de Comunicação, nº 73, de 15 a 31 de agosto de 2005, disponível em http://www.piratininga.org.br/artigos/2005/73/boletim73.html, acesso em 07/04/2007)

– boanoite.